Jardins Verticais

Os jardins verticais são considerados uma excelente opção a equacionar para criar um ambiente agradável em varandas, paredes, fachadas e terraços quando o espaço, exterior e interior, é reduzido.

Apostar nestes jardins contribui ainda para o equilíbrio urbano, amenizando as temperaturas dos edifícios – com o aumento da humidade, criam ambientes acolhedores e frescos, diminuindo assim os consumos energéticos e aumentando a qualidade do ar –, e para que haja um maior isolamento térmico.

Caso opte por esta solução, numa primeira fase é necessário fazer uma avaliação às condições do local onde o jardim vertical vai ser implementado, e perceber qual a solidez da parede (pois vai suportar o peso da estrutura, das plantas e do sistema de rega), dimensão, tipo de exposição solar e cenário envolvente.

Consideradas estas questões, segue-se a seleção propriamente dita das plantas, tendo em conta a temperatura (clima, sol e vento) e o volume que se pretende dar ao espaço, tapando, de preferência, a estrutura que suporta todo o painel vegetal e o sistema integrado de rega automatizada.

Para estes jardins são aconselhadas espécies perenes e de porte pendente de diferentes cores e texturas, conferindo assim um efeito visual único. Caso não pretenda um jardim vertical natural, podemos sempre recorrer a flores artificiais de qualidade. Assim, a escolha terá de ser feita mediante o gosto, a disponibilidade de tempo e do tipo de espaço onde o jardim vertical vai ser inserido.

Consulte a nossa galeria para ver exemplos de alguns dos jardins verticais que já desenvolvemos.
Ver galeria

© Copyright - Sograma | Powered by WebSystems

Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo. Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa www.centroarbitragemlisboa.pt.
Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt